E eu que tanto quis ter razão. Quis a última palavra. Peço em silêncio a um Deus, que eu nem sei se existo, pra estar errada. Minha prece está em cada lágrima que nem chega a brotar. Está em cada nó na garganta que estão me dando azia de tanto engolir. Está em cada suspiro olhando pro teto. E principalmente nessas mãos de gigantes invisíveis que parecem estar esmagando meu coração. Essas preces pedem pra que eu não esteja certa logo agora. Pedem para que esse gigante que me envolve em seu abraço opressor não se chame fim.

Stephanie S. (viciosebichos)


Ouvir sua voz vai ser sempre meu som preferido. A alegria que me dá está em sua companhia, mesmo que distante, tem o poder de me fazer rir como se tudo fosse perfeito. Talvez porque nesses instantes realmente seja. Não menos maravilhoso é te ouvir dormir e acordar várias vezes pra conferir se ainda estou ali. Me pede para eu não te deixar sozinha, mas mesmo que eu desligue, isso não é possível, meu amor. Nós nos pertencemos de uma maneira tão absoluta que estamos sempre juntas. E isso é tão nosso que ninguém mais pode entender e nem precisa. Obrigada pelos minutos maravilhosos onde você simplesmente existe, mesmo sonolenta, em concordância comigo e isso é suficiente. Obrigada por bastar.

Stephanie S.


Tento me concentrar numa daquelas sensações antigas como alegria ou fé ou esperança.Mas só fico aqui parado, sem sentir nada, sem pedir nada, sem querer nada.

Caio F Abreu


Corpo descansado, mente cansada, muito cansada. Mas nunca vazia, oficina de ninguém. Hospital dela mesma, placas de silêncio e não perturbe. Eu perturbo, só porque não sei descansar. Mas quero descansar, preciso descansar. Não, não posso adiar, nem sorrir de piadas comuns. Que porra eu to fazendo? Eu não sou comum, não quero essa vida. Eu quero essa vida. Eu quero ser essa pessoa, mas ela não deixa a mente descansar, pensando sempre no próximo passo. Eu quero chorar, eu preciso chorar. Eu estou 5 lágrimas da felicidade. Mas a mente não está vazia é tanta coisa que as lágrimas se perdem, não encontram o caminho. Nem eu.

Stephanie S. (víciosebichos)


entremulheres:

Só passei pra postar essa foto da minha linda :3 
Sara B. <3

entremulheres:

Só passei pra postar essa foto da minha linda :3 

Sara B. <3



Todas os dias eu acordo querendo ser outra pessoa. Passo o dia tentando não me importar com suas preocupações normais.Tentando rir do seu ciúme daquela minha amiga que você acha meio vadia ou de como fica brava quando demoro a responder suas mensagens ou atender suas ligações. Me estresso com sua perseguição e grito que preciso de espaço. Você reclama que só saio com meus amigos e diz que preciso beber menos. Eu respondo com algum palavrão. Você me manda parar de xingar. Sabe que eu gosto das suas mãos magrinhas? De como a aliança que não entra no meu mindinho fique grande no seu dedo anular. Aí eu mando você não se meter na minha vida. Você chora porque leu mensagens de outra no meu celular. Eu olho pro alto e digo que não há motivo pra chorar. Você me diz que está magoada. Respondo que isso acontece, mas choro também. Você me abraça e pede pra que eu não fale mais com ela. Não quero mais ser outra pessoa, você me mostra que tá tudo bem ser quem eu sou. Depois tem outra crise de ciúme. Mando não se meter na minha vida. Você é a minha vida. Nunca mais falei.

Stephanie S. 


Me diz uma coisa: Por que tanta pressa? Eu juro que não vou te exigir muito só fica mais um pouco. Deixa eu terminar de falar sobre aquele filme que te deixa assustada e depois você pode ir. Espera só até eu te contar a piada que aquele meu amigo contou e te deixar sem entender o porquê eu estou rindo tanto e muito menos o porquê da minha risada te arrastar juntinho. Só mais um minutinho prometo, não vai agora não. Você lembra daquele dia na praia? Sim, vamos falar sobre ele. Senta aí. Quer um café? Eu posso falar sobre aquele cantor de quem é fã, daquela sua amiga desmiolada ou sobre o como sua mãe não te entende. Só fica mais. Eu vou falando sem parar pra te distrair e poder te observar mais um pouco. Falo porque no meio do meu falatório você pode descobrir que gosta de ficar.

Stephanie S. (via viciosebichos)


Veja bem. Não tô dizendo que superei, as feridas estão comigo, servindo de baliza pra reconhecer esse lado quente e fresco das coisas. Mas eu preciso ir, não posso falar contigo agora. Tenho pressa de apertar o play. Dá licença? Então sai debaixo da minha sacada. E da próxima vez que sair na chuva, vê se antes aprende a se molhar.

Gabito Nunes


Eu tinha visto na sua solidão, uma excelente amiga para a minha solidão. Eu achei que elas pudessem sofrer juntas, enquanto a gente se divertia!

Tati Bernardi (via viciosebichos)


Como eu queria que você estivesse aqui. Como eu queria tá sentindo seu abraço de corpo inteiro como se soubesse que eu preciso dele pra continuar inteira. Eu queria que você voltasse pra cá e me olhasse brava por qualquer besteira dessas do dia-a-dia, que me expulsasse, mas não me deixasse ir embora. Como eu queria que nunca tivesse que ir. Que a nossa casa fosse o seu lar e esse seu abraço o meu lar. Queria acordar com você toda enroscada em mim, com seu corpo exigindo minha atenção até na hora de dormir. Eu quero que todos os meus dias sejam sábados à tarde.

Stephanie S (viciosebichos)


All I can ever be to you
Enquanto espera observa o tom de cinza do buraco onde se encontra. Ou acaba por se perder. Não importa. É tudo cinza. As paredes que deveriam ser brancas. Uma camisa que deveria ser preta. A água que deveria ser transparente. Vira o copo de uma vez. A bebida desce queimando, deixando um rastro de destruição por onde passou. Agora só sobram... cinzas? Sorriu de canto. Pediu outra. E outra. E outra. Perdeu a conta. Se bebesse o suficiente talvez o incêndio chegasse ao coração. E apagasse os rastros também. Pediu a conta. Andou a passos lentos pro banheiro enquanto era inundada pelo cheiro daquele lugar repugnante. Asco. Náusea. Identificação. Náusea. Encarou o espelho por alguns instantes sorriu fria. Depois gargalhou e saiu dizendo ”eu também sou cinza”.
is a darkness that we knew
1 2 3 4 5